orçamento empresarial

Por que o orçamento empresarial é tão importante?

setembro 1, 2020

Já passou da hora de você elaborar um orçamento empresarial para que o seu negócio antecipe qualquer dificuldade e você possa estabelecer metas e estratégias adequadas a sua realidade.

Saber quanto a sua empresa tem de despesas e quanto precisa vender para não fechar o mês no vermelho são somente algumas das importâncias do orçamento empresarial. Ele faz, portanto, com que você veja as operações financeiras da sua empresa de forma anualizada e fundamentadas em números, não baseada em achismo.

Como é composto o Orçamento Empresarial?

Geralmente o orçamento de uma empresa é composto pelas seguintes projeções:

Orçamento de vendas: quanto a empresa espera faturar com cada um de seus produtos e em cada um de seus canais de vendas;

Orçamento de deduções de vendas e despesas variáveis: são as comissões, os fretes, e os impostos, além de outras taxas que serão pagas sobre o faturamento;

Orçamento de custos da produção: sãos os gastos com matéria-prima e mão-de-obra utilizados na fabricação dos produtos que serão comercializados;

Orçamento de RH ou mão de obra: são os gastos para pagar os funcionários da empresa, desde as áreas produtivas até a área administrativa;

Orçamento de gastos fixos ou gastos administrativos: são os recursos necessários para manter o negócio operando, como por exemplo, aluguéis, água, luz, telefone, entre outros.

Orçamento de investimentos: são os montantes gastos para que empresa cresça, ou seja, os investimentos em máquinas, equipamentos e também nas pessoas que fazem parte de sua estrutura.

Demonstrativos do Orçamento

Ao final da elaboração do orçamento pelas áreas mencionadas será possível a geração de três relatórios, os quais são essenciais para a gestão de qualquer negócio, sendo eles:

Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC): relatório que mostra a entrada e a saída de dinheiro do negócio;

Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE): esse relatório demonstra de maneira clara e direta quais as despesas e as receitas da empresa, além do prejuízo e do lucro observado em cada período;

Balanço Patrimonial (BP): demonstrativo que fornece informações quanto ao crescimento de valor e patrimônio da empresa, mês a mês.

Esses relatórios nos fornecerão uma prévia quanto aos resultados que se espera que o negócio alcance, caso tudo saia conforme o planejado. Além disso, irão servir de base para se determinar que correções serão necessárias caso algo dê errado.

O Orçamento empresarial e as metas da empresa

 A elaboração de um orçamento empresarial permitirá que o gestor saiba exatamente o montante que seu negócio precisa faturar para cobrir todos os seus gastos. Isso é feito a partir da previsão de todas as entradas e saídas que a empresa irá possuir nos próximos meses, o que proporcionará facilidade ao planejar as ações e estabelecer as metas comerciais do negócio.

Conforme forem avançando as semanas, a empresa poderá reavaliar as suas metas e estratégias. Caso haja algum gasto maior do que o previsto, devo observar de onde irei tirar os valores para cobri-lo.

Já caso não esteja atingindo as metas planejadas, deverá pensar em quais esforços deverão ser necessários para que ela seja atingida, ou seja, o objetivo é que se tenha uma visão antecipada dos fatos e se possa tomar decisões de maneira mais fundamentada.

Em caso de falta de recursos

O planejamento te permite identificar se há sobra ou falta de recursos. Caso seja falta, deve se buscar uma revisão das estratégias utilizadas pela empresa para o cumprimento das metas estabelecidas.

Um bom exemplo nesse caso seria o de renegociar os prazos com os fornecedores, uma vez que muitos empresários assumem um financiamento de um banco sem realizar um planejamento empresarial adequado. Caso a capacidade de pagamento da empresa hoje não seja suficiente para honrar com o compromisso assumido, isso será problema para o fluxo de caixa da empresa.

Além disso, com o planejamento será possível uma correta avaliação do estoque da empresa, o que impactará diretamente em sua formação de preço, além de um bom conhecimento da sua capacidade de giro de capital, fazendo com que as compras sejam mais bem programadas, que haja uma redução de prazos de recebimento de vendas, além de uma melhor negociação com os fornecedores

É preciso botar em prática seu orçamento empresarial

Um dos erros que acontecem com maior frequência nas empresas é realizar o orçamento empresarial e esquecê-lo. Deve ser realizado um acompanhamento mensal desse planejamento sendo comparado aquilo que foi previsto com o que está sendo realizando.

Concluindo, o orçamento empresarial consiste em uma série de previsões, as quais levarão em consideração os dados históricos e fatos ocorridos no passado, que permitirão a previsão dos recursos com o máximo de precisão possível, e claro, acompanhar os resultados e compará-los com o que foi planejado.

Além disso, o orçamento não deve ser mantido somente na gerência do negócio, mas sim ter o envolvimento de todos os funcionários em sua formulação, uma vez que eles serão responsáveis em atingiras metas estipuladas.

O mais interessante de se utilizar uma metodologia colaborativa ao se formular o orçamento é que com essa participação, todos passam a conhecer as metas e os objetivos da empresa, passando a ter muito mais engajamento com estas metas, pois agora são relevantes a todos na empresa.

Espero que mais este artigo tenha sido útil a você. Toda semana estão publicamos artigos relacionados as finanças de sua empresa. Fique à vontade para compartilhar ele com seus amigos.

Renan Luquini é economista, especialista em economia e finanças pela UENP e mestre em economia regional pela UEL. Professor de macroeconomia da Kroton Educacional e professor da pós graduação em Economia Empresarial da UEL. Além disso, é consultor na área de economia e finanças.

O que nos move é a realização do seu sonho!

Menor taxa de juros do mercado para investir na sua empresa